Projeto sobre “Dizeres” de Sines recebe apoio EDP

0

O projeto “Dizeres”, promovido pela Câmara Municipal de Sines através do Arquivo Municipal, vai ser apoiado pela EDP no âmbito do programa Tradições 2018-2020. A aprovação da candidatura de Sines foi formalizada numa cerimónia realizada em Tomar, no dia 5 de dezembro, na qual esteve presente o vice-presidente, Fernando Ramos.

A terceira edição do programa Tradições recebeu 67 candidaturas de 91 municípios onde a EDP tem centros produtores de energia. O projeto de Sines foi um dos nove aprovados. Para salvaguardar o património imaterial dos dizeres de Sines, o Arquivo Municipal, com o apoio da Biblioteca Municipal, irá realizar ações de recolha, estudo e divulgação do vocabulário e léxico específicos das comunidades locais.

Existe um falar em Sines que muitos munícipes desconhecem e que, neste momento, se encontra em risco de desaparecimento. Este falar reflete as vivências destas pessoas e a sua ligação a atividades como a pesca, agricultura, a estiva e a indústria da cortiça, entre outras. As comunidades de Sines são compostas não apenas pelos naturais de Sines, mas também dos migrantes do Algarve, de Ílhavo, da Murtosa e, mais recentemente, de Cabo Verde. O projeto irá refletir essa diversidade.

O projeto inclui a realização de uma exposição, uma oficina intergeracional, uma brochura para oferecer às escolas e um glossário digital. A Universidade de Évora é parceira científica do projeto, colaborando nas áreas de biologia, linguística e história, nomeadamente na recolha e publicação dos dados, e o ilustrador científico Nuno Farinha, também colaborará no desenvolvimento do projeto Dizeres.

O programa Tradições da EDP tem como objetivos “valorizar as culturas e tradições locais, estimulando a autoestima das comunidades, ajudar a criação de novos públicos, garantindo que as novas gerações valorizam e integram as artes e os saberes populares, evitando a extinção das mesmas”.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.