Quatro militares da GNR detidos por sequestro e agressões a imigrantes nepaleses em Vila Nova de Milfontes

1

Quatro militares da GNR foram detidos na manhã desta quarta-feira pela Polícia Judiciária de Setúbal por crimes de sequestro, invasão de domicílio e ofensas à integridade física agravadas a imigrantes nepaleses.

Em outubro de 2018, quando ocorreram os crimes, os quatro profissionais estavam colocados nos postos de Odemira e Vila Nova de Milfontes.

O caso diz respeito a agressões para com dois imigrantes nepaleses que se encontravam a trabalhar na agricultura em Vila Nova de Milfontes. As agressões surgiram na sequência de um desentendimento entre uma das vítimas e o patrão.

O conflito entre um dos imigrantes e o patrão terá surgido quando um militar, amigo do patrão, se encontrava presente e agiu em defesa do amigo.

Foi mais tarde que esse militar conhecido do patrão, juntamente com outros três, invadiram a casa dos imigrantes tendo-os sequestrado e agredido de forma violenta.

As investigações estiveram a cargo da Policia Judiciária.

Os militares foram detidos esta quarta-feira nos postos onde se encontravam e serão esta quinta-feira presentes ao Tribunal de Odemira onde lhes serão aplicadas medidas de coação.

Discussão1 comentário

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.