Região: 39 mil utentes sem médico de família no Litoral Alentejano

0

Nos cinco concelhos do Litoral Alentejano existem 39 mil utentes sem médico de família atribuído.

Estes números foram divulgados pela Coordenadora das Comissões de Utentes do Litoral Alentejano depois de uma reunião que realizou com o Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano. Os concelhos de Odemira e Santiago do Cacém são aqueles que têm mais utentes sem médico de família. Alcácer do Sal (7.600), Grândola (6.400), Odemira (10.000), Santiago do Cacém (10.000) e Sines (5.000).

As Comissões de Utentes do Litoral Alentejano exigem ao Governo, a contratação em número suficiente para o regular funcionamento dos diversos serviços de Médicos, Enfermeiros, Auxiliares de Acção Médica, entre outros profissionais de saúde. Ainda a reabertura Urgente do Serviço de Atendimento Permanente do Centro de Saúde de Grândola 24 Horas, do Posto Médico do Canal Caveira e das Extensões de Saúde que são essenciais aos respectivos Utentes;

A Coordenadora das Comissões de Utentes reivindica um Serviço Nacional de Saúde Universal, Geral e Gratuito.

Deixar uma resposta

Share This