Santiago do Cacém: Museu da Farinha de São Domingos classificado como Monumento de Interesse Municipal

0

A Câmara de Santiago do Cacém atribuiu a classificação de Monumento de Interesse Municipal à Moagem José Mateus Vilhena – Museu da Farinha/Casas da Moagem de São Domingos. A decisão final do procedimento para a classificação foi publicada no dia 28 de março, em Diário da República.

A publicação termina o processo iniciado pela autarquia que, desta forma, reconhece a importância daquele edifício que integra o projeto museológico da antiga moagem de São Domingos. Esta classificação proporciona um conjunto de benefícios, entre eles a isenção do Imposto Municipal sobre Imóveis.

O Museu, inaugurado em 2014, mantém a estrutura arquitetónica da antiga moagem do início do século XX, em que todos os espaços são visitáveis para uma melhor compreensão da memória do monumento industrial e oferece ao visitante o percurso desde o cereal, à eira, à moagem, à panificação e à comercialização do pão. A antiga moagem de São Domingos pertencente à família Mateus Vilhena, que contou com o apoio técnico da Câmara Municipal de Santiago do Cacém para a concretização do Museu.

Com esta classificação, o Museu da Farinha junta-se a um conjunto de outros edifícios com a classificação de interesse municipal, como os pelourinhos de Santiago do Cacém e de Alvalade e a Ponte Medieval de Alvalade.

Recorde-se que a Moagem José Mateus Vilhena / Museu da Farinha – Casas de Moagem recebeu o prémio da APOM (Associação Portuguesa de Museologia) para melhor Coleção Visitável, no ano de 2015.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Share This