Sines: Artista do Teatro Nacional de São Carlos trabalha com alunos de Sines

0

No âmbito do programa Residências Artísticas, Elizabeth Davis, artista percussionista, timpanista e chefe de naipe da Orquestra do Teatro Nacional de São Carlos, está em Sines entre 5 e 9 de março, para uma semana de trabalho com os alunos da turma 2.º C da Escola Básica N. º1 de Sines.

As sessões diárias de trabalho decorrem de segunda a quinta-feira no Centro de Artes de Sines (CAS), em cooperação com a equipa técnica do Serviço Educativo e Cultural do CAS.

A partir do gamelão, um instrumento indonésio, e da história das “Mil e Uma Noites”, a instrumentista Elizabeth Davis está a guiar os alunos na construção de uma composição musical a apresentar no Auditório do Agrupamento de Escolas de Sines (escola sede), no dia 9 de março, pelas 18h30, com entrada livre.

O programa Residências Artísticas destina-se a crianças do 1.º ciclo do ensino básico e tem por objetivo integrar as práticas artísticas no dia-a-dia dos alunos. Trata-se de uma iniciativa interministerial, entre as áreas da Educação e da Cultura, dinamizada pela Direção-Geral da Educação e pelo OPART e com a colaboração ativa das autarquias, no sentido de desenvolver um plano de intervenção em diversas formas de arte em contexto escolar.

Durante uma semana, músicos profissionais do Teatro Nacional de São Carlos realizam um trabalho sistemático com os alunos e os professores de uma escola, nas áreas de Percussão, Sopros, Cordas e Voz, no sentido de desenvolver o conhecimento musical, bem como promover a aprendizagem e experimentação do processo de criação artística. O culminar da residência é a apresentação de um espetáculo à comunidade educativa local.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Share This