Sines: Bairro 1.º Maio recebe investimento de quase um milhão de euros na 2.ª fase da Reabilitação do Espaço

0

A Comissão Diretiva do Programa Operacional Alentejo 2020 aprovou a candidatura submetida pela Câmara Municipal de Sines para a 2.ª fase da Reabilitação do Espaço Público do Bairro 1.º de Maio.

A intervenção a realizar visa a requalificação do espaço público no bairro através da criação de percursos pedonais acessíveis e zonas de estadia informais que garantam a circulação segura e o conforto e a segurança de pessoas e bens.

Pretende-se melhorar o ambiente urbano, promover a equidade social no acesso a bens e serviços e contribuir para a qualificação e apropriação do espaço público, reforçando as dinâmicas socioeconómicas na área de intervenção.

Nesta operação serão criados percursos pedonais acessíveis, adotadas medidas de acalmia de tráfego e implementadas soluções de desenho urbano que limitem a velocidade automóvel.
Os fluxos automóveis serão redefinidos, assumindo a circulação unidirecional do automóvel com entrada e saída definidas.

Algumas zonas pavimentadas serão reconvertidas em áreas verdes para incremento da permeabilidade dos solos.

O reforço da iluminação pública e a colocação de mobiliário urbano contemporâneo, elementos de água e zonas de estadia qualificadas, são outros pontos da intervenção.

O concurso público da empreitada está a decorrer, desde 8 de janeiro de 2018, na plataforma Vortal.

Tal como a 1.ª fase da reabilitação do Bairro 1.º de Maio, já concluída, a 2.ª fase está integrada no PEDU – Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Sines.

A operação “Reabilitação do Espaço Público do Bairro 1.º de Maio (2.ª fase)” é um investimento com um custo total de 977 583,76 €. O investimento elegível é de 492 961 €, cofinanciado à taxa de 85% por fundos FEDER / União Europeia, no âmbito do programa operacional Alentejo 2020 / Portugal 2020, o que se traduz numa contribuição comunitária de 419 016,85 €.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Share This