Sines: Festival “Terras Sem Sombra” promove atividades em Sines

0

O Festival “Terras Sem Sombra”, organizado pelo Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese de Beja, promove atividades em Sines nos dias 11, 12 e 13 de março, em parceria com o município de Sines.

Três criadores que ostentam os prémios nacionais espanhóis de Design, Composição e Interpretação Musical coincidem no que será, talvez, o espetáculo mais insólito do Terras sem Sombra deste ano: uma “ópera sem vozes”, Sempre/Ainda, a partir de textos procedentes de Damasco Suite, de Alberto Corazón, com música composta por Alfredo Aracil e interpretação ao piano por Juan Carlos Garvayo.

Na realização multimédia, inspirada por pinturas de Alberto Corazón, colabora também Simón Escudero. Preparando a apresentação da ópera, realiza-se a 11 de março, sexta-feira, às 21h30, na cafetaria do Centro das Artes, uma mesa-redonda com Alberto Corazón, Alfredo Aracil, Juan Carlos Garvayo, Juan Ángel Vela del Campo – diretor artístico do FTSS –, Ruy Ventura – tradutor do libreto para português – e José António Falcão – diretor-geral do FTSS. A moderação corre a cargo de José Carlos Seabra Pereira, professor da Universidade de Coimbra.

No dia 13 de março, pelas 10h00, realiza-se a ação “Mãos à Obra em Sines: O Projeto Coastwatch e a Monitorização Voluntária da Beira-mar”, com a colaboração do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas e do GEOTA – Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente e com o apoio da Câmara Municipal de Sines.

Deixar uma resposta

Share This